Sul, Snaefellsnes e Aurora Boreal

Sul, Snaefellsnes e Aurora Boreal
Duração: 07 dias e 06 noites - A partir de: USD 2035*


ISLÂNDIA – COSTA SUL, PENÍNSULA DE SNÆFELLSNES E AURORA BOREAL

07 DIAS / 06 NOITES

SAÍDAS DIÁRIAS

CIRCULO DE OURO, JOKULSARLON, CAVERNA DE GELO, OESTE ISLANDÊS E AURORA BOREAL

 

Esta é uma maneira fantástica de explorar os mais famosos atrativos da Islândia: glaciares, cachoeiras, fontes de águas termais e excelentes chances de avistagem da Aurora Boreal.

 

Exploraremos as belezas da ilha durante o dia, e quando a previsão da noite é boa, sairemos em busca da Aurora Boreal no norte da Islândia, esperando suas cores gloriosas se espalhem pelo céu.

 

Saindo de Reykjavík iniciaremos nosso passeio ao sudoeste da Islândia incluindo a incluindo a dramática cachoeira Hraunfossar, onde a água cai através da lava negra em um amplo arco lar. Também na agenda está Reykholt e Snorralaug, a piscina onde o historiador e escritor da saga islandesa, Snorri Sturluson tem fama de ter banhado. Dormiremos em um hotel na península Snæfellsness que nos apresenta uma enorme diversidade de cenários, desde enseadas escarpadas e penhascos até a geleira brilhante, montanhas pontiagudas, terras agrícolas suaves, cidades pitorescas e vilas de pescadores. Exploraremos uma caverna formada por um antigo tubo de lava, caminharemos até uma praia de areia negra com as mais impressionantes formações em seus penhascos, além da visita a Kirkjufell, um dos pontos favoritos dos fotógrafos.

 

Percorreremos o Círculo Dourado: Þingvellir, local do parlamento histórico da Islândia, e Alþing, um dos lugares geologicamente mais incríveis do mundo. Visitaremos Gullfoss, uma cachoeira verdadeiramente majestosa e o Geysir onde você vamos testemunhar Stokkur, jorrando magníficos jatos de vapor a cada poucos minutos. Visitaremos as cachoeiras Seljalandsfoss e Skógafoss e muito mais ao longo da costa sul, incluindo a praia de areia negra de Reynisfjara. Você vai passar a noite em um hotel rural perto de Vík. Amanhã é dia das geleiras! Você vai explorar uma caverna de gelo natural em Vatnajökull, a maior geleira da Europa. Nosso guia certificado conduzirá e compartilhará algumas informações fascinantes sobre esses labirintos gelados. Em seguida, Jökulsárlón Glacier Lagoon, você ficará surpreso com os icebergs incrivelmente formados, muitos deles exibindo tons surpreendentes de azul. Então, para a Diamond Beach, para ver, na luz mística do crepúsculo, brilhantes monólitos de gelo na praia de areia negra. A noite será passada em um hotel em Skaftafell.

 

No seu último dia, faremos um inesquecível trekking na geleira. Uma sobre o gelo, seu pequeno grupo, um guia de geleiras e as forças da natureza que criaram essa majestade branca. No caminho de volta para Reykjavík há mais pontos turísticos a serem vistos ao longo da costa sul. O regresso à cidade é entre 20:00 e 23:00 - como sempre na Islândia, a natureza é um pouco responsável pelo itinerário!

 

Último pernoite em Reikjavik e regresso ao país de origem!

 

DIA 1 - REYKJAVIK

Recepção no Aeroporto de Keflavik e embarque no ônibus Flybus com destino a seu hotel em Reykjavik. Acomodação e restante do dia livre para descanso. Lhe forneceremos várias ideias de como explorar a capital da Islândia por conta própria.

 

DIA 2 – REYKJAVIK / SUDOSTE ISLANDÊS

Após café da manhã, iniciaremos nossa expedição rumo a costa Oeste da Islândia. Nossa primeira parada será nas Termas de Deildartunguhver, a mais imponente de toda a Europa. Neste local, jorra-se 180 litros de água por segundo a uma temperatura de 100°C da qual os islandeses fazem muito bom uso, a utilizando, por exemplo, para o aquecimento de suas casas. Seguiremos nossa visita as Termas de Reykholt, e sua histórica piscina de Snorralaug, cujos registros indicam ser utilizada desde o período medieval e permanece intacta como naqueles tempos. A nossa terceira parada do dia será nas cachoeiras, Hraunfossar (Lava Falls) e Barnafoss (Children's Falls). Essas cachoeiras oferecem algo muito diferente. Você vai ouvir a história da cachoeira de Barnafoss e saber como adquiriu esse nome. Em Hraunfossar você verá como a água flui através de milhares de pequenas fontes na lava negra de carvão. As quedas formam um arco largo espetacular onde a água glacial percorreu o campo de lava todo o caminho da geleira de Langjökull. Em seguida, deixamos Borgarfjörður para trás e seguimos a direção da península de Snæfellsnes. Pararemos para ver as colunas de basalto Gerðuberg únicas, antes de chegar ao nosso hotel durante a noite. Se as previsão de Aurora Boreal e as nuvens forem favoráveis, sairemos em caça das luzes do norte!

 

Destaques do dia: termas de Deildartunguhver hot spring, Reykholt, Hraunfossar, Barnafossar, Península de Snæfellsnes.

 

DIA 3 – PENÍNSULA DE SNÆFELLSNES

Após o café da manhã, saída para a parte ocidental de Snæfellsnes, através de um cenário de litoral e montanha absolutamente deslumbrante. Nossa primeira parada do dia é na pequena e encantadora vila de pescadores de Arnarstapi, aqui faremos uma curta caminhada para explorar a área circundante. Você então tem a opção de explorar abaixo do solo na Caverna de Vatnshellir, que está localizada dentro do Parque Nacional Snæfellsnes. Esta caverna é um túnel de tubo de lava com cerca de 8000 anos de idade, seu guia especializado em espeleologia explicará sua formação e características fascinantes. Esta experiência leva você o mais próximo possível da história de Jules Verne, Uma jornada para o Centro da Terra. Se você deseja ir ao subsolo, será preciso reservar com antecedência (opcional não incluído).

 

A próxima parada será em Hellnar, uma aldeia realmente pitoresca onde paramos para o almoço. Continuamos então para a bela praia de areias negras em Djúpalónssandur. Aqui, nós apreciamos uma caminhada curta, enquanto as brilhantes ondas Atlânticas de ponta de prata rolam sobre os seixos pretos brilhantes desta praia, que é moldada por penhascos incríveis. Você verá os restos da traineira britânica, Epine, que foi destruída aqui. À frente da praia, você também encontrará as famosas "pedras de elevação". Talvez você gostaria de testar sua força como os pescadores islandeses fizeram nos velhos tempos? De Djúpalónssandur, continuamos nossa jornada pela península de Snæfellsnes e nossa próxima parada será no famoso e muito fotografado, o Monte Kirkjufell. No nosso caminho de volta para a área de Reykjavík, onde você vai passar a noite, se a previsão for adequada, iremos novamente em busca da Aurora Boreal.

 

Destaques do dia: Vila de pescadores de Arnarstapi, Caverna de Vatnshellir (opcional), Praia de Djúpalónssandur, Península de Snæfellsnes Peninsula e Mount Kirkjufell

Pernoite em Reykjavík

 

DIA 4 – CÍRCULO DE OURO

Nossa agenda do dia é reservada para o Círculo de Ouro. Começando no Parque Nacional Þingvellir (Thingvellir), um dos patrimônios da UNESCO, devido à sua geologia e história. Os islandeses fundaram seu parlamento histórico, Alþingi, aqui no ano de 930, tornando-se um dos parlamentos mais antigos do mundo. As placas tectônicas euro-asiáticas e norte-americanas se encontram em Þingvellir, e o vale de Rift mostra claramente como essas placas se afastaram. O vale de Haukadalur e a área geotérmica de Geysir são os próximos atrativos, e aqui veremos Strokkur, um geyser / fonte termal que entra em erupção a cada poucos minutos, propulsando água fervente até 25 m de altura. Continuaremos até a majestosa cachoeira de Gullfoss (a cachoeira dourada) que é a nossa atração final do Círculo de Ouro. Assistiremos a enormes volumes de água quebrando e rugindo através do canyon acidentado algo muito impressionante.

 

Enquanto continuamos ao longo da Ring Road, teremos uma visão do famoso vulcão da montanha, Hekla. Em seguida, visitaremos a cachoeira de Seljalandsfoss - você pode realmente andar atrás das quedas de queda para um ponto exclusivo. Outra cachoeira, o Skógafoss é o próximo, a água da grande geleira, Eyjafjallajökull, atravessa essas quedas. A impressionante cascata cai 60 m para o tranquilo Skógará (rio) abaixo. Sua última parada neste dia mágico é em Reynisfjara, uma praia de areia negra, para ver as poderosas ondas do Oceano Atlântico! Você verá os picos de basalto Reynisdrangar subindo como trolls do mar, dando-lhe uma boa idéia de onde um pouco do folclore islandês surgiu. Passamos a noite num hotel rural perto da pequena cidade costeira de Vík. A noite, nova possibilidade de expedição em busca da Aurora Boreal.

 

Destaques do dia: Þingvellir National Park, Geysir, Cachoeiras de Gullfoss, Seljalandsfoss e Skógafoss; Praia de Areia Negra de Reynisfjara.

 

DIA 5 – EXPLORAÇÃO DAS CAVERNAS DE GELO E LAGOA GLACIAR DE JÖKULSÁRLÓN

Continuamos nossa jornada para o leste através de encantadores campos de lava e areias do deserto glacial, paisagens contrastantes realmente maravilhosas. Nossos objetivos de hoje são aventuras nas geleiras, explorando uma caverna de gelo natural * na geleira de Vatnajökull e a magnífica Lagoa Glaciar de Jökulsárlón. Nós nos equipamos e recebemos um briefing de segurança completo antes de passar cerca de 45 minutos explorando o gelo azul mágico e tirando fotos.

 

Este passeio será acompanhado por um guia certificado de atividades glaciares, que o levará através da caverna de gelo, certificando-se todo o tempo da sua segurança. Novas cavernas de gelo são formadas a cada inverno, mudando continuamente e dependem totalmente das forças da natureza. A cor azul aparece quando o ar é pressionado para fora do gelo e torna-se muito denso. Existe um grau de flexibilidade na operação deste passeio. O clima na Islândia é imprevisível e queremos garantir que você tenha uma ótima viagem na experiência em viagem. Seu guia, portanto, decidirá a melhor maneira de organizar o passeio a cada vez. Portanto, você pode visitar a caverna no dia três, (decisão tomada localmente). A temperatura dentro da caverna de gelo está bem abaixo do ponto de congelamento, então, esteja bem aquecido!

 

Finalmente, visitaremos a Lagoa Glaciar de Jökulsárlón e a vizinha Diamond Beach, onde você verá icebergs de muitas formas e tamanhos flutuando na lagoa ou descansando na praia sob a luz do fim do fim da tarde. Focas e leões-marinhos às vezes podem ser vistos na lagoa. Pernoite na área de Skaftafell e, claro, esperamos que as condições sejam adequadas para novas buscas a Aurora Boreal!

 

Observação: as cavernas de gelo são um fenômeno natural sempre em mudança e, portanto, imprevisíveis. Nós visitaremos uma caverna de gelo durante o passeio e a escolha da caverna baseia-se apenas em condições e considerações de segurança.

 

Destaques do dia: Vatnajökull National Park, Caverna de Gelo do Glaciar de Vatnajökull, Lagoa Glaciar de Jökulsárlón

 

DIA 6 – TREKKING NO GLACIAR E COSTA SUL / REYKJAVIK

Após o café da manhã, sairemos novamente para a geleira. O esplêndido Glaciar Vatnajökull é a maior geleira da Europa, oferecendo vários braços (ou tongues / línguas) de geleiras que atingem o seu enorme núcleo de gelo branco. Estas línguas (ou braços), são perfeitos para trekkings sobre o gelo milenar – e nossos guias especializados o levarão até a melhor geleira de saída possível para sua caminhada. Você receberá todos os equipamentos necessários, incluindo crampons de gelo e um capacete. Então, comece a aventura no gelo! Seu guia fornecerá algumas idéias fascinantes sobre o país das maravilhas glaciares sob seus pés.

 

Calçados de caminhada adequados são absolutamente essenciais, não sendo possível encaixar crampons de gelo em qualquer tipo de calçado. Se você não possui estes, solicite no momento da reserva. Botas de caminhada não podem ser alugadas no dia. Não há requisitos físicos especiais para a caminhada nas geleiras além da capacidade de caminhar por pelo menos uma hora. Se você é capaz de fazer isso, poderá desfrutar plenamente do passeio de caminhada nas geleiras. Após a caminhada, começamos a viagem de volta a Reykjavík. Isso nos dá a chance de visitar mais locais enquanto viajamos pelo sul, de volta à cidade. Também haverá possibilidades para algumas paradas adicionais - tudo de acordo com o clima e as condições, pois sabemos que as forças da natureza estão sempre no comando durante os meses de inverno na Islândia. Voltamos para Reykjavík entre as 20:00 e as 23:00, novamente o tempo depende das condições climáticas no dia.

 

Destaques do dia: Vatnajökull National Park, Trekking no Glaciar Falljökull, Costa Sul

 

DIA 7 - REYKJAVIK

Manhã livre. Sugerimos uma visita a Lagoa Azul. Em horário apropriado, traslado ao Aeroporto de Reykjavik para embarque em seu voo de volta. ATÉ SUA PRÓXIMA AVENTURA!!!

 

PREÇOS POR PESSOA (USD):

DUPLO

2035

SINGLE

2494

 

INCLUÍDO:

- Traslados Aeroporto / Hotel / Aeroporto

- Tour de 05 dias com visitas guiadas de acordo com o itinerário de / para Reykjavik

- 3 noites de hospedagem em Reykjavik CENTERHOTEL ARNARHVOLL com café da manhã

- 2 noites de hospedagem na Península de Snæfellsnes

- 1 noite de hospedagem na região de Vik

- Caçadas noturnas a Aurora Boreal

 

NÃO INCLUÍDO:

- Passagem aérea internacional

- Refeições

- Check-in antecipado garantido ou check-out tardio

- Qualquer serviço não especificado especificamente em "incluído"

- IRRF

 

VISITAS E ATIVIDADES OPCIONAIS:

EXPEDIÇÃO CAVERNA DE GELO VATNSHELLIR: USD 45

 

INFORMAÇÕES ADICIONAIS:

A palavra Islândia significa algo como “Terra do Gelo”. À propósito, o nome do país em inglês é Iceland. Apesar de pertencer oficialmente à Europa, a Islândia se localiza numa região mais próxima da América do Norte. Trata-se do país com menor densidade populacional da Europa. São 320 mil habitantes, e dois terços deles vivem na área de Reykjavík, e a segunda maior cidade fora dessa zona – Akureyri, na costa norte – possui somente 17 mil habitantes. A maioria dos islandeses mora perto do litoral, uma vez que o interior (highlands) não passa de um deserto gelado, impenetrável no inverno.

 

Viajar para a Islândia é como estar em um laboratório de geologia. É possível caminhar na fissura entre as placas tectônicas da Europa e da América. Logo você se lembrará das aulas que teve na escola há muito tempo: como funcionam os vulcões, como montanhas glaciais se formam e qual a diferença entre lava e magma, aliás, as geleiras cobrem cerca de 15% da Islândia.

 

Aventure-se na Terra do Fogo e do Gelo conhecendo paisagens vulcânicas incomparáveis no mundo, formações e fenômenos naturais e geológicos surpreendentes além de fontes termais revitalizantes num dos destinos mais incríveis do mundo.

 

CLIMA & MELHOR ÉPOCA: SOL DA MEIA NOITE E A NOITE DO MEIO DIA

Como quase toda a Islândia se encontra ao sul do Círculo Polar Ártico, aqui não é um local onde experimentaremos um verdadeiro "Sol da Meia-Noite", mas as noites são claras (ou os dias são longos com nascer do sol por volta das 03 da manhã se pondo como 23 hrs) de meados de maio a início de agosto em todo o país sendo que mais ao norte do Círculo, o sol nunca se põe nesta época. Entre setembro e janeiro inicia-se a temporada da Aurora Boreal que podem ser vistas diversas vezes por todo o país. No inverno, a temperatura oscila entre -7 a 8 graus e a luz do dia é limitada a poucas horas. Em Reykjavík, o sol não nasce antes das 11 manhã em dezembro começando a se pôr perto das 15 hrs. O clima oceânico da ilha faz com que as temperaturas dificilmente fique muito abaixo de zero nos meses mais frios do ano.

 

O clima da Islândia é notoriamente imprevisível. No verão, existe a real chance de dias limpos e ensolarados, com temperaturas atingindo os 17°C, mas o bom tempo pode virar de uma hora para outra intercalado por ondas de umidade, névoa e chuvas, fazendo com que temperatura despenque para um frio de 10°C. No inverno você tem a Aurora Boreal, mas também pode ter neve nas estradas. No verão, tem o "Sol da Meia-Noite" e a temperatura fica um pouco mais quente. Mas se você gosta de caminhar, a melhor época é entre julho e agosto. A Aurora Boreal aparece entre setembro e abril mas é de fevereiro a marco e de setembro a outro - particularmente próximo aos equinócios - que são as melhores épocas para avista-las.

 

Do fim de novembro até dezembro e janeiro, os dias geralmente são muito curtos, o que não é um problema para quem busca a Aurora Boreal mas chega a ser frustrante para fotógrafos e entusiastas das atividades ao ar-livre.

 

Junho e julho são os meses do "Sol da Meia-Noite", o que pode soar maravilhoso mas conte com algumas noites mal-dormidas até que seu corpo se ajuste a constante luminosidade dos dias do Ártico. E leve uma máscara de dormir do tipo "tapa-olhos" em sua bagagem! A partir de agosto, as noites começam a escurecer novamente.

 

Se pretende dirigir, leve em consideração que diversas estradas vicinais - especialmente nas montanhas - ficam fechadas a partir do fim de setembro até junho (as vezes até no começo de julho) devido a neve e gelo. E, mesmo quando abertas, um veículo 4x4 é necessário para a maioria delas.

 

As orcas visitam a costa da Islândia entre fevereiro e março. Oferecemos passeios embarcados para avistagem de vida selvagem tornando sua visita a este mágico local ainda mais espetacular.

 

PARA QUEM:

Aventureiros e amantes da natureza. Gente que não está a fim de agitos urbanos mas quer se esbaldar ao ar livre. Nem jovens nem idosos demais. Quem já viajou muito e viu muita coisa insólita, mas que ainda quer se surpreender. Gente que respeita as forças da natureza e que goza de boa saúde.

 

RAPIDINHAS SOBRE A ISLÂNDIA:

O que é a Aurora Boreal e qual é a melhor época para ver as luzes?

É o resultado do contato dos ventos solares com o campo magnético da Terra gerando pontos luminosos, como faixas no sentido horizontal ou circular e sempre alinhada ao campo magnético terrestre. Os melhores meses para se ver as luzes são Setembro, Outubro, Fevereiro e Março mas é preciso observar a fase da Lua na data escolhida para a viagem evitando a lua cheia porque as luzes só ficam visíveis em lugares com pouca ou nenhuma luz. Para se ter uma chance mais alta, é preciso ir para longe das cidades, fugindo de qualquer quantidade abundante de luz artificial.

 

– A Islândia é um dos cinco países nórdicos e conhecida como a “Terra do gelo e do fogo” por causa de seus glaciers e vários vulcões e geysers.

– A Islândia é a segunda maior ilha da Europa, só ficando atrás da Grã Bretanha.

- A Islândia é uma ilha assentada sob uma cordilheira no Oceano Atlântico – chamada de Dorsal Atlântica – que divide as placas tectônicas que separam Europa e América do Norte, o que faz da Islândia um dos locais de maior atividade geológica do mundo.

– Reykjavík é a capital mais ao norte do mundo e devido ao seu clima oceânico, as temperaturas raramente ficam abaixo de 0 nos piores dias de inverno.

– Nem tente pronunciar as palavras em islandês. Você raramente vai conseguir acertar alguma coisa, já que o que a gente lê não tem nada a ver com o que eles falam e vai acabar deixando os moradores irritados. Praticamente todo mundo fala inglês (e muito bem), então evite passar vergonha.

 

REGIÕES:

Reykjavík e região: a maioria dos islandeses reside na ponta sudoeste da ilha. Reykjavík, a charmosa capital, se tornou internacionalmente conhecida nos últimos 25 anos, se tornando até mesmo uma cidade cosmopolita criadora de tendências no mundo da música e vida noturna. O centro da cidade pode ser atravessado à pé em 30 minutos, mas o desenvolvimento urbano acabou absorvendo as cidades vizinhas, como Kópavogur e Hafnarfjörður.

 

Oeste: ao norte de Reykjavík, a Península Snæfellsnes é conhecida por ser ótimo lugar para avistar baleias, passeios na geleira e um litoral recortado lindíssimo. Também no oeste fica a região menos habitada da Islândia, os Fiordes do Oeste, com penhascos à beira-mar cheios de pássaros aninhados e pitorescos vilarejos, é uma região injustamente negligenciada pelos turistas.

 

Norte: o norte é ancorado por Akureyri, a "segunda cidade" da Islândia. A cidade de Húsavík, a uma hora de distância para o leste, é o melhor porto para avistar baleias em todo o país. A região ao redor do Lago Mývatn possui estranhas formações geológicas, poças de lama que fervem, além de ser ótimo local para se avistar pássaros. Para caminhadas, o melhor local é o parque de cânions de Jökulsárgljúfur.

 

Sul: o sul da Islândia é cheio de atrações e possui uma das melhores viagens que se pode fazer em automóvel do mundo. Landmannalaugar, Þórsmörk e Skaftafell são áreas supremas de caminhada ecológica. Os impressionantes abismos à beira-mar das Ilhas Vestmannaeyjar são perfeitos para ver o pássaro característico do país, o puffin (papagaio-do-mar), e Heimaey, a ilha principal, tem metade de sua área coberta por lava de uma erupção devastadora que ocorreu em 1973. A cidade litorânea de Vík possui locais de caminhada na beirada dos abismos e praias de areia negra. Mais ao leste fica a atração à beira da estrada mais conhecida da Islândia: Jökulsárlón, um lago surreal de icebergs desprendidos de uma geleira.

 

Leste: a maior geleira da Europa, Vatnajökull, é o ponto principal do sudeste da Islândia. Passeios pela geleira saem frequentemente da cidade vizinha de Höfn. Mais ao norte, Egilsstaðir é o pólo principal para negócios e transporte da região. Barcos para o resto da Europa saem do porto de Seyðisfjörður, a cidade mais bonita dos Fiordes do Leste.

 

Interior: desolado e com paisagens de outro mundo, o interior é uma aventura inesquecível. Na cratera de Askja você pode nadar em um lago vulcânico de água morna, e em Kverkfjöll há formações de gelo bizarras formadas pelas fontes quentes que emergem da geleira Vatnajökull.

 

ATRATIVOS:

A Rota 1, conhecida como "Rodovia do Anel", circula a ilha inteira mas não chega até a região dos Fiordes do Oeste e muitas outras cidades do litoral. Assim, em sequência, temos os principais pontos de interesse na Islândia:

 

Saindo de Reykjavík, muitos visitantes fazem o passeio de dia inteiro chamado Golden Circle (Círculo de Ouro) para a cachoeira Gullfoss, para a região geotermal de Geysir (é por causa desse lugar que todos os outros gêiseres do mundo são chamados assim) e para o Parque Nacional Þingvellir, onde o primeiro parlamento islandês se reuniu no ano 930.

 

ISLÂNDIA – GOLDEN CIRCLE

Golden Circle é o nome da excursão mais famosa e mais procurada da Islândia. Um percurso de aproximadamente 300km feito em um dia (são 8 horas de tour), que cobre algumas das atrações mais interessantes do país. São basicamente três pontos principais visitados, mas todos eles são extremamente impressionantes e imprescindíveis:

 

THINGVELLIR NATIONAL PARK

Situado na região de Blaskogabyggd no sudoeste da Islândia, perto da Peninsula de Reykjanes e a área vulcânica de Hengill. O parque é um vale, onde no ano de 930, o primeiro parlamento do mundo foi fundado. Foi também onde foi proclamada a independência do país, em 1944, após muitos séculos de dominação da Noruega-Dinamarca. Trata-se de um lugar sagrado para todos os islandeses, e se já não bastasse o peso histórico, o lugar ainda é simplesmente maravilhoso!

 

GULLFOSS

A segunda parada será na cachoeira Gullfoss (foss em islandês já significa cachoeira ou queda d’água), conhecida como “Golden Fall” ou Queda de Ouro. Esta é a maior cachoeira da Europa e é tão bonita que deixa qualquer um sem fôlego e de boca aberta. No inverno, algumas partes se congelam, formando uma moldura de gelo maravilhosa. Nos dias de sol, é possível ver um arco-íris que aparece por cima da queda!

 

VALE GEOTÉRMICO HAUKADALUR

Também muito conhecido apenas como Geyser, o ônibus passa por ele antes de ir para a Gullfoss e de lá de dentro, já dava pra ver várias fumacinhas subindo. Esta foi a última parada “oficial” do Golden Circle. Neste vale, está o Geyser oficial, de onde surgiu o nome, o “Grande Geysir”. Este, infelizmente anda meio inativo e só explode raramente. Perto dele está o geyser Strokkur, que explode toda hora, sem intervalo de tempo pré-determinado (mas entre 3-10 minutos aproximadamente). É muito legal ver desde a água borbulhando, até a bolha enorme se formando e finalmente, como um grande espirro, a explosão que alcança uma altura impressionante!


* Valores sujeitos à alteração sem aviso prévio. Pacotes sujeitos à disponibilidade e a alterações. Fotos meramente ilustrativas.

Câmbio Oikos Turismo
Cotação de moedas

dolar Dólar: R$ 4,04
euro Euro: R$ 4,72
Validade: 19/07/2018

Nossos contatos
Vamos conversar?

  • +55 31 3283-5777
  • +55 31 9-9614-9354
  • oikos@oikos.tur.br
  • atendimento@oikos.tur.br
  • Fale conosco

Redes sociais
Curta nossas redes